Poemas de Neide Ponzoni

Veja um grafo dos poemas de Neide Ponzoni

Busca

Neide Ponzoni Gerar poema da máquina
10 likes
  •        
A leveza da vida parece pesada 
A alegria da vida parece triste 
A graça da vida parece séria.                 A doçura da vida parece amarga 
O riso da vida parece rancor 
O amor da vida parece solidão.
O que fazer então?
Buscar dias de paz...
 É, aquela paz simples, despachada, preguiçosa...
 A paz dos dias cansados, encurvados pelas cargas da vida,
 Dos que tem sempre os pés doloridos da caminhada. 
Bjos meus . 
Neide Ponzoni
0

Vista-se de mim

Neide Ponzoni Gerar poema da máquina
9 likes
  •        
Vista-se de mim... Percorre meu corpo com meus lábios nus 
Com o teus beijos, 
Percorre a minha pele tecendo
as tuas mãos em cada recanto do meu corpo 
Desliza no meu íntimo
Invadindo os meus segredos, 
Neles guardarei um pedaço de ti
No meu intimo ainda há por revelar...
Adormece em meu sonhar 
Sentindo o liquido do meu corpo 
Percorre meu corpo com o marrom dos teus olhos 
Soletro versos esquecidos 
Na penumbra do teu sentir
Deito o meu corpo nu 
Nesta espera infinita da sua vinda !

Neide Ponzoni
Bjos meus.
1

Dualidades

Neide Ponzoni Gerar poema da máquina
11 likes
  •        
Há choro e riso                                             Há morte e vida                                        louvores e dores                                        lucidez e alienação                                     um mantra ou uma prece                                  uma esperança e um desistir                   um não e um desejo .                            Ninguém passa pela vida sem dualidades sem cicatrizes fundas e fulgazes ....                                  Bjos  meus !                                               Neide Ponzoni
2