Poemas de Fábio Junqueira

Veja um grafo dos poemas de Fábio Junqueira

As sombras da pandemia

Fábio Junqueira Gerar poema da máquina
12 likes
  •        
dois peregrinos sentados á sombra do ipê
se não há caminho, caminhantes
sobre o que conversam?
sobre a flor que pousou na minha dor
dor doida
flor do ipê amarelo
caiu no meu caminhar
me fez desenhar das minhas sombras
brincar, desejar, respirar a vida que se segue
0

Palavras chave

Fábio Junqueira Gerar poema da máquina
5 likes
  •        
Peças d’alma 
anima, instinto
extinto 
animal
corpo físico, etérico 
terra, água, ar e fogo
cabeça, tronco, membros
éteres
éter
vital, químico e calórico
vegetal
fruto, semente, caule, folha e raiz
mineral
sensível, visível, mensurável, 
suprassensível cosmos
lua, planeta e sol
Eu
pensar, sentir e agir
ir para o mundo
no carinho do amor
mundo p'ra novos mundos
travessias
onde for
1